sexta-feira, 1 de julho de 2011

Escolha a sua escova.


Escova de cerdas naturais.

Escova de cerâmica e escova inox.
Escova em inox pequena.
Escova raquete.
Escovas dulpas.
Bom, no post passado eu falei sobre os tipos de pente. Então, seguindo a linha de raciocínio, hoje falarei  de alguns tipos de escovas para os cabelos.
Mas você deve estar se perguntando:
Qual dos dois usar, afinal? Pente ou escova?
A diferença básica entre ambas é que os pentes são mais indicados para desembaraçar os fios úmidos e até molhados e também auxiliar em processos químicos, enquanto que as escovas servem para modelar e pentear os fios secos.
Porém é importante salientar que na hora de escolher sua escova, outras coisas devem ser levadas em consideração:

Seu cabelo é liso? Ondulado? Cacheado? Indeciso, aquele que não se decide se é liso, ou cacheado, volumoso, ou sem volume?

Qual a espessura do seu fio? É fino? Grosso? É fragilizado por química?

Seu cabelo é longo? Curtinho? Médio?

Que efeito quer dar às madeixas?
Alisar? Quer deixá-lo com leves ondas? Massagear o couro cabeludo, ou simplismente pentear utilzando a escova?

Após essa fase de delimitação do seu tipo de cabelo, você pode escolher a escova que mais se adéqua para seus fios.  Vamos conhecê-las:

                                   >>>Escovas<<<

Escovas de cerdas naturais(crina, pelo de cavalo ou de javali): têm como finalidade desembaraçar os cabelos lisos ou ondulados. Acabam com a eletricidade e não quebram os fios. Os fios finos pedem uma escova com cerdas naturais, retas e unidas. Já os fios grossos, exigem cerdas mais firmes e separadas. As escovas de cerdas de javali servem para todos os tipos de cabelos, têm uma boa durabilidade e ainda distribuem a oleosidade natural ao longo do cabelo.

Escovas de cerdas sintéticas
(plástico ou nylon): são resistentes e domam fios espessos e cacheados. Realçam, dão volume e mantêm o penteado. Se seus cabelos estiverem molhados e deseja desembaraça-los, as escovas de plástico, com cerdas separadas, são uma boa pedida.

Escova de cerdas mistas(cerdas naturais + nylon): essa mistura de cerdas com pelos de animais, mais a cerda sintética, garante um equilíbrio e são ideais para cabelos sensíveis. Enquanto as cerdas naturais eliminam a eletricidade estática durante a escovação e carregam a oleosidade natural do couro cabeludo até as pontas, o nylon oferece flexibilidade e resistência ao calor.

Escovas ionizadas: emitem uma quantidade muito alta de íons capazes de selar as cutículas dos fio. E assim como as escovas de madeira, também baixam os fios eriçados, contudo, as escovas de madeira estão caindo em desuso devido a facilidade de proliferação de fungos na mesma, sendo substituídas assim, pelas escovas ionizadas.

Escovas inox: são mais recomendadas para uso profissional assim como as de cerâmica. Já que absorvem o calor, potencializam a ação do secador para alisar ou modelar da forma que quiser. Existem modelos com a região das cerdas vazadas, possibilitando a passagem do ar do secador por entre essas, agilizando o tempo de secagem, e proporcionam um penteado mais solto e natural.

Escovas giratórias(aquelas das propagandas televisivas): CUIDADO! Muito cuidado ao ultilizar essas escovas. Essas escovas só funcionam em cabelos já lisos e a pessoa precisa ter MUITA prática para não acabar com os fios embolados no aparelho. Você não vai querer recorrer a tesoura, vai?

Escovas duplas: funcionam com o uso do secador e recomendável para cabelos lisos ou com poucas ondas. Promovem um efeito de chapinha e agride menos os fios.

Escovas almofadinhas: esse revestimento(almofada), tem a intenção de amortecer o atrito da escova com o cabelo, sendo, portanto, para pessoas que têm um couro cabeludo muito sensível.

Escovas para Mega-hair: tais cabelos precisam de BASTANTE CUIDADO!Não é a toa que existe uma escova especialmente para quem tem alongamento. Suas cerdas são especiais, tipo iscas fechadas, ajudam a desembaraçar o mega-hair sem danificar o mega e o própio cabelo.

E quanto ao formato e tamanho?

Escovas raquetes: desembaraça e agiliza a secagem dos cabelos longos e volumosos, inclusive dos fios cacheados.

De madeira redonda grande: para alisar os crespos e dar volume aos lisos. Levanta a raiz, oferece acabamento arredondado, ideal para comprimento médio e longo.

De  madeira redonda média: faz cachos nos cabelos longos e modela os curtos.

Redonda de inox: potencializa o resultado por ser térmica.

Redonda pequena: modela franjas e alisa mechas curtas.


Temos que saber que não basta simplesmente saber qual é a escova certa, pois além disso é importante lavá-los com shampoos e cremes adequados. É necessário também que tenhamos cuidados especiais com nossas escovas de cabelo.
Sempre quando compramos uma nova escova, devemos lavá-la com água e sabão, limpando bem suas cerdas antes de utilizá-las. Após seu uso é necessário que sejam retirados os fios de cabelos das cerdas. Existe uma escovinha especial que auxilia nesta tarefa e na limpeza de um modo geral. Se você não é um profissional e a escova de cabelos é só sua, saiba que uma boa limpeza, uma vez por semana, deixando-a de molho com água e cloro, eliminam suas impurezas,
ok?

Nenhum comentário:

Postar um comentário