quarta-feira, 7 de setembro de 2011

No mundo da maquiagem.

  Há suspeitas de que o primeiro tipo de maquiagem tenha surgido no Egito Antigo, eles formularam o KHOL, pigmento preto da mistura do carvão mineral com o óleo vegetal, no qual, homens, mulheres e crianças usavam nos olhos, em troca da proteção dos deuses.
  Só que com o passar do tempo, as mulheres de Tebas, também aderiram a mistura e ficaram conhecidas por seu olhar misterioso. Assim o unguento passou a ser acessório de beleza também.

  A primeira base do mundo parece ter saído também de feiticeiros e curandeiros egípicios, pois há indícios arqueológicos de receitas elaboradas com leite de animal e pó de chumbo, o que leva a crer que eles aplicavam a mistura no rosto com o propósito de ficarem imunes a doenças.




    Do século IX ao XII a maquiagem popular era o pó-de-arroz, atualmente o pó facial. As mulheres só saiam de casa com a pele e o rosto bem branquinhas e de sombrinha ou guarda-chuva, para ficarem longe dos raios solares, pois na época a pele bronzeada era para classes menos favorecidas. Há indícios que o pó-de-arroz tenha surgido no Japão, na disnatia de Heian. As princesas do império misturavam farinha de arroz com uma pasta de argila e passavam no rosto para clarear a pele. Outro exemplo são as exuberantes gueixas que braqueavam-se ao máximo, lembram-se?                            


Somente no século XVIII, os franceses inventaram o batom embrulhado em papel, elaborado com cera e óleos coloridos. Embora a Cleópatra e Nerfetiti  já tenham realçados seus lábios muitos anos antes, com Henna e com produtos naturais.
  Nesse século também, apenas algumas francesas tinham o privilégio de ter em mãos um potinho de rouge, o parente do blush, primeira vez registrado na história. O pozinho à base de frutas vermelhas vinham em um recipiente redondo, criação do francês Alexander Bourjois.

 Outra invenção francesa, foi a do químico Eugene Rimmel, daí a origem do nome rímel, até hoje usado. Ele elaborou uma pasta não tóxica para ser aplicada sob os cílios e mais tarde o químico Thomas Williams aperfeiçou a invenção a pedido da irmã Maybel, vem daí a marca Maybelline, onde misturava vaselina e pó de carvão  para dar maior destaque as pestenas. O formato de tubo com aplicador, veio logo depois  com a criação de Max Factor.


Max Factor.
O famoso maquiador norte-americano Max Factor, surgiu junto com o cinema e revolucionou a indústria dos cosméticos e da moda. Ele desenvolveu o seu trabalho em quatro salas enormes, uma para cada tipo de mulher da época, morena, loira, ruiva e castanha. Entre suas contribuições para a maquiagem está a sua própia linha Max Factor e os produtos como, lápis de sobrancelha, sombra compacta, pancake, brilho labial, cílios postiços, maquiagens de camuflagem, que ajudavam os soldados a ficar menos vísiveis nos campos de batalha e, é claro o termo MAKE-UP.
 E assim ao longo dos anos, a maquiagem foi se aperfeiçoando, enriquecidas com ingredientes que hidratam, protegem, combatem o envelhecimento, tecnologia, etc e se ajustando a religião, beleza, moda, glamour e política.

4 comentários:

  1. Amei a aula de história! Muito bacana a pesquisa.
    Até o próximo post.

    Bjo
    http://compartilhandosentidos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Flor!
    Seu blog é tudo de bom...PARABÉNS!!!!Aproveito para convidar a visitar meu cantinho e seguir se gostar...Será um imenso prazer...Já te sigo.AH...Tem selinho de AMIZADE E APROVAÇÃO na SALA DE MIMOS OFERECIDOS,do lado direito,na barra lateral.BLOGUEIRAS UNIDAS.Bjim no coração.Crica Vaccari
    http://criseducando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi querida..já estou seguindo seu blog..Blogueiras unidas(773)..
    Avon tudo de bom...Adorei seu blog..
    Bjus
    Cris Croche..
    Quer me visitar:
    http://crisba1.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá...estou te seguindo, tb faço parte das Blogueiras Unidas, nº 655, adorei conhecer seu blog.
    Aparece no meu cantinho e se quiser me segue lá tb...bjos

    ResponderExcluir